E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Tempo de espera no banco: o que fazer em caso de demora

10/05/2019 Por: Editorial EPD Online
tempo de espera 

Existem algumas situações e lugares em nossas vidas que evitamos ao máximo passar ou frequentar, e claro que visitar agências bancárias é uma dessas situações.  Quem nunca foi ao banco para efetuar determinada ação e tomou o famoso ‘chá de cadeira’? Infelizmente cenas como essas são comuns no dia a dia de nossa população e causam grande revolta.


O tempo de espera no bancos físicos é um dos principais motivos para o crescimento de bancos digitais no mercado. Vivemos em uma era tecnológica e uma rotina agitada e sem tempo para determinadas atividades, proporcionando o crescimento de usuários digitais para evitar filas e conseguir um rápido atendimento.



Mas, por mais que a tecnologia cresça, ainda existe muitas ações que só podem ser resolvidas em agências bancárias físicas. Porém, caso você passe muito tempo no banco sem ser atendido, saiba que existe maneiras de tomar atitudes contra esse mau atendimento e como provar a demora na fila do banco.



Quer saber mais sobre este tema? Continue a leitura até o fim do artigo.



Qual é o Tempo de Espera por Atendimento em Banco?
contando tempo



Existem, em grande parte dos municípios, legislações que especificam quanto tempo, em média, o cliente pode esperar nos bancos. É comum, em dias normais, o tempo variar entre 10 a 20 minutos de espera; contudo, também existem dias considerados de picos (véspera e o dia seguinte do feriado; nos primeiros dias do mês e também no último dia) onde o tempo de espera aumenta, porém, não ultrapassando mais de 30 minutos.



A legislação mencionada acima é conhecida como “Lei dos 15 Minutos”, que assim como o próprio nome explica, limita o tempo de 15 minutos para o atendimento ocorrer nas agências bancárias e 30 minutos para dias de pico. Mas, cada município possui sua lei, não existe uma padronização ou Lei Federal que determine um horário preciso.



Leia também: Agência bancária é multada em mais de R$ 1 milhão por desrespeitar a lei dos 15 minutos



É importante buscar informações se em sua cidade essa lei está prevista. Para isso, acesse o site da Assembléia Legislativa Estadual ou tente contato com a Câmara de Vereadores.



O órgão responsável pelos bancos, o FEBRABAN (Federação Brasileira dos Bancos) informa que todos os bancos associados buscam construir estratégias com o objetivo de reduzir o tempo de espera em suas agências bancárias.  




E se minha cidade não tiver a Lei dos 15 minutos?




Não se preocupe caso não tenha esta lei em sua cidade. De acordo com o CDC (Código de Defesa do Consumidor), o cliente precisa ser atendido dentro de um limite razoável. E também, em 2009, o FEBRABAN informou que os bancos de municípios que não possuem tal legislação para determinar o tempo de espera necessitam atender seus clientes entre 20 e 30 minutos.



Dica de leitura: Banco deve abrir conta para morador de rua mesmo sem comprovante de residência



O que fazer em caso de tempo de espera excessivo nos bancos?




Existem duas opções para tal situação: processo de indenização por danos morais ou reclamação ao SAC (do banco, procon, Banco Central do Brasil - Bacen, na prefeitura de sua cidade, etc).



Nos casos mais críticos, onde foi aberto o processo, a indenização é uma das forma de penalizar os bancos pela sua má prestação de serviço aos consumidores. Segundo o juiz titular do 4º Juizado Cível de Vitória, o Paulo Abiguenem, um atraso por mais de uma hora no atendimento poderá resultar em uma indenização que poderá variar entre R$ 2 ou 3 mil reais.



Já para situações onde o cliente busca apenas reclamar do serviço prestado, o cidadão poderá entrar em contato com o SAC para registrar tal reclamação.



Os sites para efetuar as reclamações é:



Procon;

Bacen (Banco Central do Brasil);

Canal de reclamação da FEBRABAN;

No site do consumidor do Ministério da Justiça; e

No site da Prefeitura de sua cidade



Como comprovar o tempo de espera?




De acordo com o Procon, a melhor maneira para comprovar o tempo de espera em agências bancárias é guardando os tickets impressos, nele consta os horários de sua retirada, comprovando assim a entrada no estabelecimento. E, também é possível solicitar ao banco para que emita um ticket com o horário de saída da agência bancária.



Caso os bancos descumpram tal ordem de fornecer senhas/tickets, o Febraban e os estados e municípios poderão notificá-los e até penalizá-los com multas.


E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar