E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Será que a advocacia está em crise?

27/08/2015 Por: Daniel Fernandes
 advocacia em crise

Nesses anos fui adquirindo clareza sobre meu propósito de vida, o que me tornou mais resistente a perda de foco e a apagar incêndios, mas nem sempre foi assim.

 

Ainda hoje, não consigo ficar 100% imune a tudo o que se tem falado sobre o Brasil estar em crise, gerando uma onda invisível de "leites derramados".

 

Acontece que, apesar da crise, tenho visto advogados conquistando clientes, expandindo sua atuação, promovendo eventos, elevando o nível da sua gestão.

 

Não estou negando de forma alguma a existência da crise, mas acontece que "crise" não significa que tem alguém jogando todo o dinheiro do mundo dentro de um buraco negro, entende?

 

O dinheiro não está desaparecendo, não está sumindo, não está evaporando: ele só está trocando de mãos.

E sabe como o dinheiro troca de mãos?

Quando se gera valor. Ponto.

 

Nos últimos meses eu presenciei algumas centenas de clientes de advogados trocando seu dinheiro de mãos, pagando os honorários a profissionais de mais destaque que trouxesse mais valor na crise.

 

Esses advogados que se destacam têm duas coisas em comum:

1 - todos estão gerando maior percepção de valor ao cliente; e

2 - todos usaram ferramentas de gestão e marketing.

 

Na verdade não existe uma receita de bolo para a crise. Mas posso indicar algumas estratégias usadas por advogados acima da média, sugerindo uma especial atenção a estas:

 

Aprenda a planejar o mínimo. Estabeleça critérios para as principais áreas do seu escritório. Sua produção jurídica está satisfatória?

 

A área financeira está te orgulhando? O relacionamento com clientes permite que esteja altivo? Se respondeu não para alguma das perguntas, comece elegendo os critérios do que deseja alcançar e depois crie planos simples de "como fazer"

O sucesso de uma advocacia depende de um foco de atuação bem definido. O advogado deve conhecer a fundo como funciona um processo de vendas de serviços jurídicos e como viabilizar a qualidade no "Pós venda"

Tenha rigoroso controle da situação financeira nesse momento. Acompanhe o seu fluxo de caixa. E atenção: nunca confunda dinheiro do escritório com contas pessoais.

 

Crie uma cultura organizacional visando levar a equipe a enxergar o escritório como parte integrante de sua vida. Não economize em treinamentos nesse momento.

 

Os clientes estão inseguros, o dinheiro está curto e trocando de mãos com facilidade.

 

Neste momento de incertezas, surge a figura mais importante da advocacia: o Advogado Gestor.

 

 

Autora do Artigo

Thaiza Vitória Coaching & Consulting

Cursos para Advogados

Consultora de Advogados. Atua na missão de ajudar advogados a construírem uma advocacia sustentável, através do desenvolvimento das 12 Áreas Elementares.

Acesse: http://www.thaizavitoria.com

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar